Centro Colaborativo da OMS

Departamento de Alimentação e Nutrição do Instituto Ricardo Jorge redesignado Centro Colaborativo da OMS para a Nutrição e Obesidade Infantil
23.08.2019
O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do seu Departamento de Alimentação e Nutrição, vai continuar a apoiar a Organização Mundial de Saúde (OMS) em iniciativas de vigilância e prevenção da obesidade infantil, entre outras funções técnico-científicas. A nova colaboração com a OMS terá a duração de quatro anos, até julho de 2023. O Departamento de Alimentação e Nutrição (DAN) do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) foi redesignado Centro Colaborativo da Organização Mundial de Saúde (OMS) para a Nutrição e Obesidade Infantil. Esta colaboração, iniciada em 2015, vai continuar a estender-se a várias áreas de trabalho, sobretudo ao nível da vigilância e da prevenção. A decisão da OMS de renovar a designação do DAN/INSA de Centro Colaborativo para a nutrição e obesidade infantil decorre de um processo de avaliação das atividades desenvolvidas nos últimos quatro anos e do projeto de atividades apresentado para o próximo quadriénio (jul. 2019/jul. 2023), representando um reconhecimento internacional da qualidade do trabalho desenvolvido pelo DAN/INSA nesta área. Segundo Fernando de Almeida, presidente do Conselho Diretivo do INSA, “este reconhecimento significa uma responsabilidade acrescida na missão de apoio à OMS na área da Nutrição e Obesidade Infantil e um estimulante voto de confiança na capacidade técnico-científica e de liderança internacional na representação da OMS-Europa, da parte dos colaboradores do DAN/INSA e do Ministério da Saúde de Portugal”. A colaboração com a OMS, que é válida até julho de 2023, podendo ser posteriormente revalidada, prevê a divulgação de resultados e a organização de eventos técnico-científicos relacionados com a obesidade infantil, treino e educação especializada, além de apoiar na identificação e divulgação de boas práticas e guidelines, nos domínios da nutrição, das doenças crónicas e não transmissíveis e da promoção e educação da saúde. O contributo para a monitorização e estudo do marketing alimentar dirigido a menores em Portugal e outros países do sul da Europa é também uma componente forte desta colaboração, assim como a monitorização da ingestão alimentar e da composição de alimentos, em particular ao nível da quantidade de sal, gordura trans e teor de iodo presentes nos alimentos, entre outras iniciativas.   O DAN do Instituto Ricardo Jorge desenvolve atividades nas áreas da segurança alimentar e nutrição, com vista a obtenção de ganhos em saúde pública. Tem como objetivos a promoção da saúde, a prevenção de doenças de origem alimentar e a melhoria do estado nutricional da população, através de ações de investigação e desenvolvimento, vigilância, referência, prestação de serviços diferenciados, formação, informação e consultoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *